Author Archives: jjmaia

Som do escape, passeio à Serra da Boa Viagem, e voltinha por Coimbra

Som do escape

Como estive com um amigo com uma Hornet, pude facilmente comparar o escape de origem com o Danmoto.

Como se nota, o volume não é diferente, notando-se o som mais rouco e grave. Pessoalmente, gosto muito do resultado.

Serra da Boa Viagem

Aproveitei o tempo livre e o sol para dar um salto à Figueira, e subir a Serra da boa viagem.
Seguem-se algumas fotos, sendo as ultimas no sopé da serra e na praia da Gala.
Nestas fotos também se vê melhor o escape.

Voltinha em Coimbra

Como é fim de semana, lá fomos beber uma cervejinha à alta de Coimbra. Já há muito que não juntávamos tanta mota, faltando apenas a CG 125 que teima em não aparecer.

As motas são:

CBR 600F (antiga CBF 125)
CBR 600RR (antiga DTR 125)
CB 600F Hornet (antiga WR 125)
CBF 125
MH 125

Fizemos dois vídeos, o 1º na minha CBR e o 2º, de regresso, na CBR RR do Royal. O 2º vídeo foi com a ventosa no espelho.

Aos 9:07, uma F a papar uma RR =P

Aos 11:43, passa um foguete por nós!

Continuar a ler

Anúncios
Categories: CBR 600F | Deixe um comentário

Afinação de GPL e DRL definitivo

Já efectuei a afinação do GPL e devo dizer que está no ponto.
O carro já vai ao corte a GPL, já não se nota diferença de andamento, e passa a gás mais cedo.

Dado que passei numa SCUT e estava limpa, aproveitei para puxar pelo carro. Deu 190 km/h em recta (ponteiro) a GPL. Acredito que desse mais, mas aproximava-se o pórtico da portagem e não convinha passar a 190…

Outra novidade, a tão desejada DRL!
Para mim ou é algo de jeito (luz branca e forte tal como as DRl de origem), ou nada feito.

Eis que arrisquei num kit destes:

É uma placa de alumínio preto (bem mais discreta do que os kit’s normais), e com 5 LED’s de 1W cada, ou seja, 5W por peça. As DRl que tenho visto têm normalmente 8 SMD, ou seja  apenas 0.5w (lol).

Após testar fiquei satisfeito e já encomendei um kit igual (mas com 3 LED’s em vez de 5) para a CBR, a ver como fica.
Existem kit’s com o nº de LED’s que quiserem, desde 1 a 8:

O objectivo era comprar um de 6, mas não cabia nas grelhas (de forma a ficar escondido, para não se ver quando está desligado), no entanto e após o teste fiquei satisfeito com a quantidade de luz.

Comparação entre o kits e os kit’s normais que se encontram com facilidade:

Nada a ver certo?
Vamos a mais fotos:

De noite

Visto de cima

Com os médios ligados

Comparação com aquilo que a malta gosta de por como DRL: Fitas de LED’s

Apesar de esta fita dar uma boa quantidade de luz, nota-se bem a diferente, e durante o dia é como se estivesse apagada.
Mais uma vez, e para termos de comparação, esta fita tem  1.7w (não tem hipóteses contra os 5w da que comprei agora). Pior, a malta costuma usar umas muito fracas com 12 led’s (esta tem 24) , que além de fracos e azulados, dão menos luz do que o “kit” de DRL que apresentei no início.

Para além da boa potência (não muito longe dos kit’s originais), os LED’s têm uma lente o que torna as “bolas” de luz grandes tal como nos kit’s originais.
Sem dúvida o melhor que já vi até agora, e por apenas 10€.

Categories: Peugeot 207 | Deixe um comentário

1 mês e meio a GPL

Passado 1 mês e meio e 5 depósitos, só posso dizer bem da instalação.
Abaixo apresento uma tabela com todas as contas:

Daqui posso tirar várias conclusões:

– O GPL do instalador fez uma média superior à de gasolina em 15%, o da Gasprocar (onde abasteço a 0.699€ em Leiria) fez o mesmo, mas com AE fez também quase 22% a mais. O da BP também fez AE e apenas 10% a mais. Notei também um pequeno nada de mais disponibilidade. Sendo assim o meu GPL de eleição para já é o da BP. Não é caro nem barato (0.759€), mas os talões do LIDl sempre retiram 6 cêntimos. No entanto em leiria não tenho outra hipotse dado ser a Gasprocar ou então Repsol a 0.869€ (doidos varridos).
Tenciono experimentar Repsol, mas só em Coimbra (0.809€).

– Ando a poupar em média 50% do dinheiro, ou até mesmo mais. Isto porque desde que instalei GPl tenho andando (bem) mais rápido. Acelerações mais bruscas e maiores velocidades, tanto em estrada como em AE. Por isso  média real a GPL deveria ser inferior.
Basta ver que a gasolina a média andava à volta dos 7.2 e desde que pus GPL a média de gasolina ainda não baixou dos 7.3!

– Já recuperei cerca de 120€, já só faltam 1380€!

Se quiserem a folha em Excel é só clikar!

Custo GPL 0.1 by jjmaia

Falando de coisas menos boas (que dramatismo), o carro vai na próxima semana fazer afinações.
Os problemas são:

– Quando pega pela primeira vez, ou seja, quando está mesmo frio, o carro só passa para GPL aos 90º, o que é tardíssimo.
Se eu desligar o carro e o deixar arrefecer até à temperatura ambiente, quando atinge os 30 e poucos graus passa logo para GPL, por isso é mesmo afinação

– A partir das 5000 rpm e a fundo ele passa para gasolina. Provavelmente não consegue debitar GPl suficiente, mas vai ter que conseguir porque a potência máxima é às 6000 rpm. Mais uma vez, uma afinação resolve o problema.

– O depósito faz cerca de 300 km e a reserva mais 250 km. Sim, foi isso que leram! Foi algo que o instalador me avisou, que a reserva teria que ser afinada.
Se me for possível escolher, vou por a reserva com 80 km (as 4 luzes darão para cerca de 470/500 km).

Isto são (felizmente) problemas faceis de resolver com afinação. Também noto algum soluçar em acelerações mais bruscas, também vai ser resolvido.

Fora isto, e porque estes problemas dão para resolver, estou 100% satisfeito, e só posso recomendar a instalação de GPl!

Outra novidade foi a instalação de xénon de 55w (4300k) nos máximos. Devo dizer que a noite se torna dia, e como os máximos não se usam com transito em sentido contrário, não incomodam ninguém.
Apesar de ser 4300k, na óptica nota-se um tom azulado.

Categories: Peugeot 207 | Deixe um comentário

Escape montado

O escape já está montado. Infelizmente, e devido aos exames, não tenho muito tempo para fotos e opiniões.

Em termos de impressão estou super satisfeito. O escape é bonito e o ronco ficou engraçado, ainda que pouca diferença se sinta em termos de volume. Isto por causa do enorme catalisador. Já me disseram para o tirar, mas além de não querer isso implicaria custos, demasiado barulho e perda de forças em baixas. O ideal era encontrar o catalisador de uma CBR 600RR que é bem mais pequeno.
Em altas a mota parece-me mais solta, talvez mais pelo filtro do que pelo escape.

Para já só tenho um vídeo em que mal se ouve, mas seguem-se duas fotos:

Fui também no fim de semana passado dar uma voltinha ao Luso e Penacova, com a namorada e a malta do Fórum 125.

Ficam 3 fotos:

Assim que os exames acabarem quero ir dar uma volta à Serra da Estrela, provavelmente o percurso vai ser este:

Os pontes de interesse são:

B: Caldas de Felgueira
C: Sabugueiro
D: Lagoa Comprida
E: Torre
G: Nascente Mondego
H: Piodão
I: Aldeia das Dés

Assim como outros não marcados.

Categories: CBR 600F | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Escape DanMoto

Já há muito que queria mudar a ponteira da CBR, mas não queria avançar devido ao preço (de 300€ para cima). O escape que eu mais gostava era o Scorpion, mas era caríssimo (cerca de 420€).

Pus a ideia em espera até porque queria mudar as jantes ao 207 e porque provavelmente vou precisar do dinheiro para outra coisa (surpresa), até que neste fim de semana um amigo me falou na marca Danmoto. É chinesa e fiquei de pé atrás, apesar de saber que os escapes de marca são caríssimos principalmente por uma questão de marca, e que os chineses também sabem fazer bom material. Pesquisei e fartei-me de encontrar excelentes reviews onde falam muito bem da qualidade, som e preço dos escapes.

Por fim a única prendeu-se com qual escape deveria comprar. Acabei pr ficar indeciso por um pequeno com duas saídas, mas como não pode levar DB killer pus de parte e comprei uma ponteira em carbono:

Em termos de preço, cerca de 95€ com portes incluídos, uma bagatela. Infelizmente o mais certo é ficar preso na alfandega, mas mesmo que tal aconteça fica por menos de 140€, o que continua a ser um excelente preço.

Assim que receber dou mais feedback.

Categories: CBR 600F | 2 comentários

1º depósito de GPL

Após alguns quilómetros já posso dar uma opinião. O comportamento do motor é idêntico, já tentei mas não consegui encontrar diferenças.

O primeiro depósito foram cerca de 580 km (foram mais, dado ter feito reset ao CB alguns quilómetros depois do instalador), 50.07 litros e 35€ certinhos. Caso fosse a gasolina esses 50 litros teriam custado cerca de 80€. A média deu cerca de 8.66 l/km, cerca de 15% a mais do que a gasolina. Contava com 10% e deverá ser esse o valor dado que não contabilizei todos os quilómetros e andei a apertar muito pelo carro com testes com o Torque.

Em termos de autonomia, andando a um ritmo normal e sem deixar a reserva acabar mais de 500 km para mim é mais do que suficiente, portanto está no ponto.

Uma curiosidade, a reserva tem que ser afinada, o próprio instalador pediu-me para verificar quantos quilómetros durava o depósito e a reserva. O depósito durou cerca de 300km, e comecei a ficar assustado, mas a reserva durou quase 280 km, por isso tem mesmo que ser afinada.

Categories: Peugeot 207 | 2 comentários

Duas GoPro

Apesar de já ter duas GoPro há mais de 6 meses nunca as usei em simultâneo.
Resolvi experimentar um novo ângulo e aproveitar e fazer uma dupla filmagem. Usei um adesivo na barra da suspensão traseira e adorei o resultado. O som ficou muito fraco por estar a usar a caixa estanque (só tenho uma de cada):

Como já ando a aprender a mexer no Sony Vegas aproveitei e fiz uma pequena edição, cortei a maior parte da palha e pus os dois vídeos ao mesmo tempo, ficando a câmara da suspensão em segundo plano:

Categories: CBR 600F | Deixe um comentário

Instalação de GPL efectuada

Fui buscar o 207 há cerca de 2 horas, e por isso não há muito a dizer.
Como passei uma semana com um CR-V não consigo dizer se existem muitas diferenças, mas pareceu-me que o comportamento está igual. De qualquer forma tenciono mais tarde fazer uns testes, provavelmente só daqui a 2000 km, depois da primeira revisão.

O sistema e instalação foram 1500€, marca BRC. A instalação no compartimento do motor tem um aspecto limpo e cuidado, nas fotos seguintes o compartimento e a régua de injecção em destaque:

O controlo do GPL é pequeno e discreto, têm quatro LED que indicam o nível de combustível, a reserva acende o último LED em vermelho, e depois de esgotado passa para gasolina automaticamente. A mudança de um combustível para outro é totalmente imperceptível.
O local foi bem escolhido e parece vir de origem:

O depósito tem 58 litros, cerca de 50l úteis no verão e 52l no inverno. Dado o depósito de gasolina ser de 52l e a média aumentar um pouco, a autonomia vai diminuir pouco.
Nas seguintes fotos o depósito (no lugar do pneu suplente) e o bocal:

O apoio de braço não precisa de ferramentas, apenas uma chave de fendas. No entanto os buracos para 4 parafusos são demasiado pequenos, logo vou precisar de uma aparafusadora eléctrica para resolver a situação. Assim a montagem fica para o próximo fim de semana.
Ficam duas fotos do apoio montado:

Categories: Peugeot 207 | 2 comentários

Novas lâmpadas Xénon, apoio de braço e GPL

Apesar de as lâmpadas que tenho se portarem muito bem e nunca ter levado um sinal de luzes, notava-se alguma luz mal espalha como seria normal de uma lâmpada D2s em óptica aberta.

Entretanto descobri que existem lâmpadas D2r com socket H7 e como as minhas apesar de serem 4300k eram algo azuladas decidi trocar. Em termos de cor nota-se logo que o azulado desapareceu completamente, em termos de projecção de luz nota-se que está bem mais focada e menos espalhada. Como encomendei para um amigo aproveitei e tirei foto a lâmpada H7r 5000k.

As fotos foram todas tiradas com tripé, no mesmo modo e tempo de exposição e no mesmo local. Dei também tempo para as lâmpadas aquecerem e foi apenas usado o farol direito.

H7 (pseudo) 4300k

H7r 5000k

H7r 4300k

Pondo de parte a cor da primeira lâmpada nota-se que para as H7r a luz está mais focada e menos espalhada. Ainda não testei mas não duvido que a iluminação vai melhorar e se já não incomodava ninguém (supostamente) então agora certamente ninguém se vai sentir incomodado.

Comparando os 5000k contra os 4300k como já estava à espera nota-se (muito pouco) luz azulada nos 5000k e os 4300k dão mais luz. A diferença para os 6000k (a cor mais escolhida vá-se lá saber porquê…) é ainda maior, já tive oportunidade de o testar na CBF.

As lâmpadas são todas de 35w, não quero usar 55w para não incomodar os outros condutores, por isso em termos de iluminação nota-se mais luz mas não tanto como o xénon de 55w. Para os máximos já tenho a caminho um kit de 55w e balastros slim (43o0k).

Comparação em GIF, H7 vs H7r:

Para finalizar, um foto com os dois faróis acesos (elevei um pouco os faróis):

Passado às duas outras novidades, GPL é já no dia 7, para já não há muito a dizer.
Encomendei também um apoio de braço de excelente qualidade, algo que já queria à muito mas não queria pagar tanto pelo mesmo (70€ com portes em Portugal). Pesquisei no ebay e o preço era o mesmo até que o encontrei em leilão. Já há muito que não participa em Leilões (só em comprar já) e ficou-me com portes por 32€.

Como o vendedor fazia desconto para mais que uma encomenda mandei vir outro para um membro do Clube 207 e por isso tivemos 7€ de desconto cada um, e portanto ficou-me a 25€ com portes.

O apoio é este, assim que chegar mostro fotos:

Categories: Peugeot 207 | Deixe um comentário

Instalação do alarme (quase) acabada

Para aproveitar que estou de férias decidi acabar de fazer as ligações do alarme. O que faltava ligar era os piscas, o Anti-Hijacking, o sensor de perímetro e o arranque remoto.

O Arranque remoto não vou instalar nunca não só porque não tenho interesse, mas principalmente porque simplesmente não dá devido ao HISS.
O sensor de perímetro não tenciono usar porque não em parece muito útil, de qualquer forma a ligação é do mais simples que há portanto se for útil são 2 minutos.

O que estive a ligar hoje foi o sistema anti hijacking. Ao carregar num botão com a mota em funcionamento este corta passados 20 segundos todo o sistema de ignição e motor de arranque e a mota não volta a funcionar até carregar noutro botão.
Faltava também ligar os piscas, mas honestamente não em apeteceu…

Seguem-se dois vídeos, o 1º a mostrar o alarme no geral, e o segundo a mostrar o sistema anti-hijacking em funcionamento.

watch?v=UpRiyC__m8k

watch?v=iPo-Wl10dhc

 

Por fim, gostava de saber se as motas (neste caso a CBR) usam o protocolo OBD2 tal como os automóveis. Dessa forma podia fazer o mesmo que no carro e ligar a mota ao telemóvel e obter todas as informações: velocidade, rotação, carga, massa de ar, 0-100 km/h, etc…

Um exemplo no 207:

watch?v=WuFo2wuMUV8

Categories: CBR 600F | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.